domingo, 28 de fevereiro de 2010

Amanhã também é dia...

Estava aqui a bater uma punheta, quando me lembrei que vos devia uma explicação sobre a minha última campanha com vista à montada daquela potranca lusa!

Agora, não me está a apetecer, já que a história merece ser contada com detalhes.

Amanhã...

15 comentários:

Balada da minha Alma disse...

Até durante a punheta te lembra das tuas leitoras tesudas. Nós merecemos!

Zé das Cricas disse...

Balada,

Muitas vezes é a pensar em vocês a acariciarem-me o corpo nu!

Carla disse...

...não me digas que paraste a meio para cá vires escrever isto!?

Balada da minha Alma disse...

Ah malandro...diz lá que nós todas juntas não faziamos uma bela potranca lusa?

Stargazer disse...

Zé, bom dia!

Deves ter-me lido os pensamentos. Finalmente, pois ia eu hoje escrever-te para te dizer que andava preocupada, muito mesmo.

E porquê, perguntas tu?

Pois vou-te contar. É que a tua Trilogia da Potranca Lusa tinha um grave problema, uma percepção subliminar, espelho do teu subconsciente. É que tu, meu adorado Zé, falas em montá-la, em domá-la, mas segundo as imagens que ilustram os 3 primeiros capítulos, quem estaria mortinho por ser domado eras tu! Porque uma cavaleira e um cavalo, neste contexto...presumo que te identificas com a montada, não com a Mulher, certo?

Mas vejo finalmente que corrigiste a imagem. Não te sabia tão fã do gado equino.

Fico mais descansada querido Zé.

Boas montas.

izzie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Aaai Zé...

Que tusabes o que é suspense...
Folgo em saber que nenhum dos zés se esquece de nós.

Beijo de bom dia,
P.

ParaMais disse...

Essa porcaria não se faz!
Isso é como dizer: olha, tenho aqui um gelado super cremoso, de chocolate e baunilha, com pedacinhos de amêndoas, avelâs e topping de menta, mas... só to dou amanhã.
Não te perdoamos...

Zé das Cricas disse...

Carla,

Não. Primeiro vim-me, que um homem não é de ferro, caralho!

Beijos

Zé das Cricas disse...

Balada,

Todas juntas faziam um belo harém!

Beijos

Zé das Cricas disse...

Stargazer,

Não era essa a ideia, mas também não digo que, de vez em quando não gostasse de experimentar.
Sou uma pessoa de mente e pernas abertas!

Beijos

Zé das Cricas disse...

P.,

Nunca!

Beijos

Zé das Cricas disse...

ParaMais,

Perdoam, perdoam...

Eu sei que vocês adoram e eu compenso-vos com doses extra de tesão!

Beijos!

ParaMais disse...

((fosga-se, o gajo topou-nos...))

Já sabes demais a nosso respeito, vamos ter de te matar.

Zé das Cricas disse...

ParaMais,

Só se for de prazer!